------------------ Estudo Epidemiológico dos Óbitos Maternos por Hemorragia Pós-parto na Região Nordeste do Brasil de 2013 a 2018

Estudo Original

Ver autores ⯆

OBJETIVOS: Descrever o número de óbitos maternos cuja causa seja hemorragia pós-parto (HPP) na região nordeste brasileira de 2013 a 2018. MÉTODOS: Estudo epidemiológico, descritivo e retrospectivo realizado a partir de dados coletados no Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), referentes à HPP no período de 2013 a 2018, em que se levou em consideração a Classificação Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID-10) em todo o território nacional e na região em estudo. RESULTADOS: No período avaliado houve 667 óbitos maternos por HPP no Brasil, dos quais 208 ocorreram na região NE, representando 31,2%, estando atrás apenas da região sudeste, que reúne 35,5%. No NE, a faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos com 87 casos, seguida da faixa de 20 a 29 anos, com 37 casos, 40 a 49 anos com 20 casos e 10 a 14 anos com apenas um caso. CONCLUSÃO: A região NE ocupa a segunda posição em números de óbitos por HPP registrados, com maior quantitativo entre mulheres de 30 a 39 anos de idade. Sugere influência do envelhecimento, exigindo mais estudos que investiguem essa correlação às complicações intrínsecas da idade e fertilidade. Também aventa a necessidade de promoção de ações de rastreio e prevenção dos fatores de risco ligados à HPP na região e, em especial, nesse intervalo de idades.

bok.jpg

Cursos

Conceitos em Cirurgia Vascular

 

Minicurso de Atendimento ao Trauma por Abuso Sexual

 

Minicurso de Farmacologia da Cirurgia Vascular

 

Minicurso sobre Luto

LICIVASC 2020. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Italo Constâncio - Algum problema no site?

beta