------------------ A Importância Do Mnemônico ABCDE Na Avaliação De Uma Queda Em Plano Móvel, Em Hospital Municipal de Aracaju, Relato De Caso.

Relato/Série de Casos

Ver autores ⯆

Este é um trabalho premiado

Victor Petersen Dantas Moreno

Graduando em medicina, Universidade Tiradentes (UNIT).

Yan Alves Rocha

Graduando em medicina, Universidade Tiradentes (UNIT).

Horley Soares Britto Neto

Graduando em medicina, Universidade Tiradentes (UNIT).

Pedro Henrique Santos de Jesus

Graduando em medicina, Universidade Tiradentes (UNIT).

Everaldo Alves dos Santos

Médico cirurgião geral.

INTRODUÇÃO: Elaborado pelo colégio americano de Cirurgiões, parte do Advanced Trauma Life Suport (ATLS), o ABCDE do trauma é um mnemônico que padroniza o atendimento inicial e define prioridades na abordagem ao politraumatizado. Nesse sentido, seu correto uso é imprescindível e detecta precocemente fatores que podem levar o paciente a óbito, sendo possível sua prevenção. RELATO DE CASO: G. S. O., sexo masculino, 20 anos, morador de Aracaju – SE chegou ao serviço de emergência do hospital de urgência de Sergipe (HUSE) trazido pelo SAMU em protocolo. Foi vitima de queda de bicicleta queixando-se de dor em hemicorpo direito, sem sinal de TCE, negando síncope e êmese. Ao exame físico foi realizado o ABCDE com os resultados: A, Vias aéreas pérvias e região cervical indolor; B, SO2 98% em ar ambiente com exame cardiorrespiratório normal; C, FC de 84 bpm, PA de 140 x 80 mmHg; D, Escala de coma de Glasgow 15 com pupilas simétricas e isocóricas fotorreagentes. E, Dor em região proximal do MS direito e em hemicorpo direito. Foi prescrito ao paciente cefalexina 500mg por 7 dias e ibuprofeno 600 mg por 3 dias. COMENTÁRIOS: O mnemônico ABCDE foi padronizado de acordo com as lesões de maior mortalidade. O seu significado é: A (airways) – vias aéreas com controle da coluna cervical; B (breathing) – respiração e ventilação; C (circulation) – circulação com controle da hemorragia; D (disability) – estado neurológico; E (exposure) – exposição e controle da temperatura. Dessa forma, o atendimento segue uma linha sequencial com o intuito de prever os desfechos negativos. A avaliação inicial envolve um bom exame físico sequenciado através do ABCDE, onde primeiramente observa-se as vias aéreas, que sua obstrução é a principal causa de morte no paciente vítima de politrauma, seguida pelos distúrbios ventilatórios e em terceiro lugar as causas hemorrágicas e exposições.