------------------ Análise comparativa entre a intervenção cirúrgica convencional e o tratamento endovascular de aneurismas

Revisão de Literatura

Ver autores ⯆

OBJETIVO: O presente estudo visa identificar os benefícios do tratamento para aneurisma com endoprótese realizando um contraponto com os benefícios do tratamento convencional. MÉTODOS: Realizou-se um levantamento bibliográfico na base de dados BVS (Biblioteca Virtual em Saúde) utilizando-se os descritores catalogados, “Procedimentos endovasculares”, “aneurisma” e “cirurgia vascular”. Por meio da busca obtve-se o universo de 8457 artigos, após a aplicação dos critérios de inclusão e exclusão e leitura selecionou-se 9 estudos. Foram considerados artigos originais publicados entre os anos de 2009 e 2018 em português. RESULTADOS: Os dados obtidos revelam que o tratamento endovascular (TE) apresenta uma taxa de permanência hospitalar menor em comparação aos que tiveram o tratamento aberto (TA), sendo reduzido à metade no total de dias. Nesse sentido, o TE apresenta menos complicações no pós-operatório e a recuperação mais rápida, além do índice de mortalidade substancialmente menor, sendo em média 0,6% a 3,5% contra 1,6% e 6,5% da mortalidade do TA. Em relação a morbidade operatória, o TE se mostra uma técnica mais promissora devido seu método menos invasivo. Quanto a reintervenção a TE tem se demonstrado levemente mais recorrente, bem como sua perviedade ainda indeterminada, sendo associado à maior probabilidade de recorrência do aneurisma. Ao tratar-se do TA este tem se demonstrado com uma excepcional durabilidade a longo prazo. Por fim, o custo da TE é elevado quando comparado ao TA, sobretudo pelo valor da endoprótese correspondente à maior parte da quantia total. CONCLUSÕES: Dessa maneira, o TE apresenta inúmeros benefícios, como menor mortalidade, permanência hospitalar bem como recuperação mais rápida, em contrapartida esse procedimento possui taxas de complicações e reintervenções a longo prazo maiores quando comparados com a cirurgia convencional. Assim, se faz necessário estudos adicionais para determinar maiores riscos e benefícios no reparo de aneurismas.

bok.jpg

Cursos

Conceitos em Cirurgia Vascular

 

Minicurso de Atendimento ao Trauma por Abuso Sexual

 

Minicurso de Farmacologia da Cirurgia Vascular

 

Minicurso sobre Luto

LICIVASC 2020. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Italo Constâncio - Algum problema no site?

beta