------------------ Revisão de Literatura sobre Síndrome de Mirizzi- Complicação rara de difícil abordagem

Revisão de Literatura

Ver autores ⯆

OBJETIVOS – Perscrutar sobre a Síndrome de Mirizzi, analisando sua prevalência, principais sinais, sintomas e abordagens. MÉTODOS- Trata-se de uma revisão integrativa sobre a Síndrome de Mirizzi, realizada em 2020, a partir de artigos indexados em bases de dados, sendo SciELO e MEDLINE as principais utilizadas. Como descritores, utilizou-se os termos “Síndrome de Mirizzi” e “Colelitíase”. Foram considerados os trabalhos publicados em português e inglês, entre os anos de 2010 e 2020. Inicialmente foram selecionados cerca de 40 trabalhos, excluindo-se aqueles que não estavam diretamente relacionados ao objetivo proposto, resultando num total de 11 artigos. RESULTADOS– A síndrome de Mirizzi, obstrução do ducto hepático comum secundária a compressão extrínseca, é uma complicação rara da colelitíase, ocorrendo em menos dos 5% dos casos. Sua importância, entretanto, não deve ser desconsiderada, tendo em vista o risco de iatrogenias no hepatocolédoco. Os principais sinais e sintomas são icterícia, dor abdominal, náuseas e vômitos. Ocorre predominantemente em mulheres acima de 40 anos, aumentando a prevalência com a idade. É uma patologia de difícil diagnóstico, sendo diagnosticada marjoritariamente no intraoperatório. A colangiopancreatografia endoscópica retrógrada (CPRE) demonstrou ser o exame de maior acurácia diagnóstica. O procedimento cirúrgico resolutivo deve ser definido de acordo com o grau da complicação, sendo a colescistectomia o primeiro passo. Nem sempre a via videolaparoscópica permite o tratamento de todos os pacientes, sendo muitas vezes necessária a abordagem a céu aberto, possibilitando, apesar do maior tempo de recuperação, maior segurança técnica, à equipe e melhor prognóstico ao paciente. CONCLUSÕES- Dessa forma, infere-se que a Síndrome de Mirizzi, apesar de rara, deve ser suposta, especialmente nos casos de colescistolitíase de longa data, visando boa preparação por parte da equipe médica e consequentemente melhor prognóstico ao paciente.

bok.jpg

Cursos

Conceitos em Cirurgia Vascular

 

Minicurso de Atendimento ao Trauma por Abuso Sexual

 

Minicurso de Farmacologia da Cirurgia Vascular

 

Minicurso sobre Luto

LICIVASC 2020. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Italo Constâncio - Algum problema no site?

beta