------------------ Como Manejar a Hemorragia Puerperal com uma Abordagem não Cirúrgica: uma Revisão de Literatura.

Revisão de Literatura

Ver autores ⯆

OBJETIVO: Revisão sistemática de literatura acerca do manejo de pacientes com hemorragia puerperal ou hemorragia pós-parto (HPP). MÉTODOS: Levantamento bibliográfico nas bases MedLine, Lilacs e PubMed das plataformas Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e Cochrane Library, do período entre 2015 a 2020. Foram utilizados os descritores “hemorragia” e “pós-parto” em DeCS/MeSH. Restringimos os aspectos da pesquisa a “prevenção”, “controle” e “tratamento farmacológico”. RESULTADOS: Foram obtidos 502 resultados, dos quais, 214 eram guias de prática clínica, revisões sistemáticas e ensaios clínicos. Dos 214 foram escolhidos os 23 mais recentes e excluídos aqueles que tratavam de resolução cirúrgica para a HPP, restando 14 para análise. O estudo mostrou a importância de reconhecer as etiologias da HPP, as quais foram resumidas em “4 T”: tônus (atonia uterina); tecido (placenta retida e implante placentário anormal); trauma (ruptura uterina, laceração cervical, inversão uterina ou laceração do canal de parto); trombina (perturbações da coagulação). Posteriormente, é importante destacar a utilização dos uterotônicos. Os três mais efetivos para a prevenção e tratamento foram a combinação de ergotamina mais ocitocina, a carbetocina e a combinação de misoprostol e ocitocina. Em relação ao tratamento, existem 3 princípios: a manutenção da contratilidade uterina, manutenção ou suporte da circulação com hidratação adequada, e prevenção ou tratamento de coagulopatia hemorrágica estabelecida. Além disso, foram encontradas evidências importantes acerca dos balões intrauterinos, os quais devem ser utilizados diante da falha ou ausência da terapia farmacológica, como estratégia de terapia conservadora. CONCLUSÃO: o uso dos 3 uterotônicos e do tamponamento por balão uterino trouxeram benefícios substanciais em relação ao uso apenas da ocitocina, protocolo que é padronizado pela OMS, o que demonstra uma maior necessidade de pesquisa em relação a melhores alternativas de manejo da HPP.

bok.jpg

Cursos

Conceitos em Cirurgia Vascular

 

Minicurso de Atendimento ao Trauma por Abuso Sexual

 

Minicurso de Farmacologia da Cirurgia Vascular

 

Minicurso sobre Luto

LICIVASC 2020. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Italo Constâncio - Algum problema no site?

beta