------------------ Cirurgia Corretiva de Fratura Femural Pós traumática com fratura perimplante associada

Relato/Série de Casos

Ver autores ⯆

INTRODUÇÃO:A fratura de fêmur, especialmente de diáfise, é uma das lesões mais importantes na prática de Traumatologia. Geralmente são associadas a alta mortalidade e morbidade, especialmente decorrente da grande quantidade de complicações, como o sequestro sanguíneo. Sua gravidade varia de acordo com a energia aplicada para ocorrência no trauma, que pode ser de alta ou baixa energia, bem como sua localização no osso. Quando diafisária, sua prevalência é superior em homens, com pico de 15 a 29 anos e grande relação com acidentes automobilísticos. O diagnóstico é feito associando clínica e exames radiográficos em anteroposterior e perfil, útil também para verificar desvios. O tratamento padrão ouro é a cirurgia, com possibilidade de ocorrer fraturas adjacentes em alguns casos.
RELATO DE CASO: Paciente do sexo masculino, 35 anos de idade, sem demais comorbidades, sofreu fratura diafisária e transtrocantérica de fêmur esquerdo decorrente de acidente de motocicleta. Foi admitido em outro serviço de atendimento à cirurgia corretora, na qual foram utilizadas placa de compressão dinâmica (DCP) e dynamic Hip Scholl (DHS). Após dois meses, sofreu um novo acidente de motocicleta e em seu exame radiológico pôde-se observar fratura perimplante diafisária, devido à má implantação no processo cirúrgico anterior. Foi submetido a outra cirurgia para correção de fratura, na qual foi retirada a placa DCP, realizada curetagem e aposição de enxerto esponjoso da crista ilíaca, além de colocação de haste retrógrada para que a fixação fosse eficiente e com menor risco de demais fraturas.
COMENTÁRIOS: A fratura diafisária de fêmur, especialmente quando em adultos, tem grande impacto na qualidade de vida e possibilidade de óbito, sendo necessário o acompanhamento do paciente posteriormente. Devido ao risco de complicações, como Tromboembolismo Pulmonar e fraturas como a do caso, além de reavaliação cirúrgica, o paciente deve ter tempo de internação diminuído.

bok.jpg

Cursos

Conceitos em Cirurgia Vascular

 

Minicurso de Atendimento ao Trauma por Abuso Sexual

 

Minicurso de Farmacologia da Cirurgia Vascular

 

Minicurso sobre Luto

LICIVASC 2020. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Italo Constâncio - Algum problema no site?

beta