------------------ Reversão de doença hepática gordurosa não alcoólica em pacientes que realizaram gastroplastia: revisão de literatura.

Revisão de Literatura

Ver autores ⯆

OBJETIVO: Analisar e reunir informações de bibliografias que abordam a temática de reversão de doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA) em pacientes submetidos a gastroplastia a fim de identificar se há ou não reversão da doença pós-procedimento. METODOLOGIA: Foram coletadas, de fevereiro a julho de 2020, informações nos bancos de dados PubMed e SciELO sendo 8 estudos da plataforma PubMed e 7 da SciELO indexados pelos descritores pesquisados em DECs/MeSH: "Cirurgia Bariátrica" e "Fígado Gorduroso". Ao todo foram considerados 15 estudos originais publicados nos últimos 10 anos tanto em inglês quanto em português e, após aplicar os critérios de exclusão, foram rejeitados 8 estudos pois apresentavam resultados inconclusivos e/ou não fizeram o acompanhamento pós-cirúrgico do paciente. RESULTADOS: Foram selecionados 7 artigos sobre o tema. Na literatura pesquisada foram analisados um total de 2672 pacientes submetidos ao procedimento de gastroplastia e que aos exames de imagem e/ou biópsia hepática foi constatado diagnóstico de DHGNA. Após análise de dados viu-se que mais de 90% dos pacientes tiveram melhora significativa de DHGNA após o procedimento, com cerca de 82.4% deles tendo reversão total do quadro, sendo essa regressão avaliada por meio de diferentes exames tais como biópsia hepática, ultrassonografia abdominal ou elastografia hepática. Não houve diferença significativa entre os resultados dos pacientes submetidos a gastrectomia vertical ou ao Bypass gástrico naqueles estudos em que foram comparados essas duas técnicas de gastroplastia. CONCLUSÃO: A gastroplastia se mostrou eficaz para o tratamento de DHGNA e, visto que não há fármacos comprovados que regridam tal quadro, ela se destaca como melhor alternativa para tratamento, por este motivo deve ser mais pesquisada e difundida. Como fatores limitantes temos que cada paciente perde diferentes porcentagens de tecido adiposo após o procedimento, tornando difícil generalizar tais resultados.

bok.jpg

Cursos

Conceitos em Cirurgia Vascular

 

Minicurso de Atendimento ao Trauma por Abuso Sexual

 

Minicurso de Farmacologia da Cirurgia Vascular

 

Minicurso sobre Luto

LICIVASC 2020. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Italo Constâncio - Algum problema no site?

beta