------------------ Mortalidade Materna por Hemorragia Pós-parto: Uma Revisão de Literatura Acerca da Realidade Brasileira

Revisão de Literatura

Ver autores ⯆

OBJETIVO: Este trabalho objetiva analisar a mortalidade materna (MM) por hemorragia pós-parto (HPP) no Brasil (BR), de acordo com suas características clínicas e fatores assistenciais associados. MÉTODOS: Ensaio bibliográfico de caráter exploratório-descritivo. A base de dados foi o SciELO, utilizando-se os descritores (DECs) “HPP” e “MM”. Encontrou-se 11 artigos e destes 5 foram selecionados. Os critérios de inclusão são artigos que trabalham com o conceito, epidemiologia, etiologia e tratamento de HPP dentro da realidade do BR, já os critérios de exclusão são artigos que fugiam ao tema. RESULTADOS: HPP é todo sangramento superior a 500 ml nas primeiras 24 horas após parto vaginal e maior que 1000 ml após parto cesariano. Segundo a OMS, a HPP é responsável por 25% dos óbitos maternos no mundo e a principal causa de MM em países de baixa renda. No BR, os estudos referem que 14,2% da MM ocorreram por hemorragia e 40,8% destes por HPP. O fator mais agravante desta patologia deve-se ao potencial de evolução para óbito a partir de choque hipovolêmico. A causa mais prevalente de MM por HPP foi a atonia uterina, em até 70-80% dos casos na literatura. Destacam-se ainda como principais motivos de MM no BR a iniquidade do acesso aos serviços de saúde, a pobreza e falta de informações, sendo as mulheres negras e pobres as mais vulneráveis. CONCLUSÕES: A maioria dos casos de MM por HPP é evitável. Assim, pode-se obter desfechos mais favoráveis pela implantação de medidas de complexidade variável, propostas desde o pré-natal até o período puerperal. O tratamento da hemorragia não deve ser o único objetivo das discussões sobre o tema, mas também sua prevenção. O acesso ao pré-natal de qualidade às gestantes é fundamental, pois reduz os riscos futuros de hemorragia. Além disso, deve-se dispor de equipes assistenciais capacitadas e com ambiente hospitalar adequado, para que o monitoramento puerperal seja mais eficiente e a identificação de hemorragias ocorra mais rápido.

bok.jpg

Cursos

Conceitos em Cirurgia Vascular

 

Minicurso de Atendimento ao Trauma por Abuso Sexual

 

Minicurso de Farmacologia da Cirurgia Vascular

 

Minicurso sobre Luto

LICIVASC 2020. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Italo Constâncio - Algum problema no site?

beta