------------------ Uso da Escala WIfI Associada a Capacidade de Deambulação na Terapêutica das Úlceras do Pé Diabético: Uma Revisão Sistemática

Revisão de Literatura

Ver autores ⯆

OBJETIVO: Associar o uso da escala WIfI de acordo com a capacidade de deambulação ao prognóstico de pacientes com úlcera do pé diabético (DFU). MÉTODOS: A busca foi realizada utilizando o MeSH e os descritores foram Diabetic Foot, Foot Ulcer, Classifications, WIfI. Foram analisadas as bases de dados PubMed com os filtros: Revisão e Revisão Sistemática nos últimos dois anos, obtendo 18 artigos dos quais 4 preencheram os critérios e foram selecionados. RESULTADOS: A DFU é uma complicação comum em pacientes com diabetes mellitus (DM) descontrolada. Dentre as escalas de classificação destaca-se a WIfI para a avaliação das isquemias crônicas dos membros inferiores, possibilitando estimativas do tempo de cura, necessidade de amputação de extremidade, de revascularização, custo e mortalidade. Essa classificação baseia-se em três critérios; wound (W), ischemia (I) e foot infection (fI), classificando cada item de 0 a 3, em que, quanto maior o marcador, maior a gravidade. Assim, possibilita a estratificação precoce de risco diante da história natural da doença e torna-se importante em relação ao manejo clínico, permitindo comparações entre grupos semelhantes de pacientes e terapias alternativas. Ainda assim, a WIfI não contempla a elegibilidade do paciente de acordo com sua capacidade de deambulação. Visto isso, é proposto acrescentar um item extra: deambulação, que possui classificação semelhante à WIfI, sendo 0 para deambulação normal, 1 para dentro da própria casa, 2 quando utiliza o membro como apoio da cama para a cadeira de rodas e 3 para acamados. CONCLUSÃO: Portanto, a classificação WifI é uma ferramenta clínica simples e eficaz capaz de ser aplicada à beira do leito. Prevê o risco e a sobrevida livre de amputação em um ano, além de estimar a probabilidade do benefício e a indicação de revascularização cirúrgica do membro. Quando associada a avaliação da deambulação, podemos determinar a viabilidade funcional ou aquele membro que evoluirá para amputação.

bok.jpg

Cursos

Conceitos em Cirurgia Vascular

 

Minicurso de Atendimento ao Trauma por Abuso Sexual

 

Minicurso de Farmacologia da Cirurgia Vascular

 

Minicurso sobre Luto

LICIVASC 2020. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Italo Constâncio - Algum problema no site?

beta