------------------ Trauma vascular do segmento torácico da aorta: uma revisão narrativa

Revisão de Literatura

Ver autores ⯆

OBJETIVO: O trabalho objetivou reunir informações disponíveis acerca do trauma de aorta torácica. MÉTODO: Utilizou-se a revisão bibliográfica sistemática. Esta foi realizada em dois livros base em trauma e cirurgia vascular e nas bases de dados Scielo, PUBMED, Clinical Key e em revistas da área de cirurgia vascular, com os descritores: aorta, trauma torácico e trauma vascular, encontrando um total de 440 trabalhos. Os critérios de inclusão foram artigos que abordassem sua epidemiologia, etiologia, diagnóstico, tratamento e complicações. Foram excluídos os publicados anteriormente a 2015, totalizando 24 trabalhos, analisados como sendo os de maior relevância. RESULTADOS: A prevalência desta lesão é maior em jovens do sexo masculino. A região anatômica mais acometida é o istmo aórtico, seguida da aorta torácica ascendente. O trauma de aorta pode ser penetrante, contundente (compressão, aceleração, ou desaceleração brusca) e pode ser misto. Tem taxa de mortalidade de 80%, sobrevivência de 20%, e destes, 5% desenvolvem complicações. O diagnóstico é realizado com base em um alto índice de suspeição em todo politraumatizado com trauma torácico e em estudos de imagem individualizados pela condição clínica do paciente. O tratamento de eleição é o reparo endovascular devido à instabilidade hemodinâmica do paciente, presente na maioria dos casos. CONCLUSÃO: Considerando a condição clínica do paciente, é importante uma abordagem multidisciplinar e em centros especializados, métodos sistematizados de condutas, além da experiência da equipe de urgência, a fim de amenizar complicações como paraplegia ou insuficiência renal. Como a apresentação clínica do trauma de aorta é pouco específica e tem alta mortalidade, é imprescindível o diagnóstico e tratamento precoce, com auxílio de exames de imagem para definição de conduta. Por fim, são necessárias medidas públicas que previnam a ocorrência de acidentes automobilísticos, que são a principal etiologia do trauma da aorta torácica.

bok.jpg

Cursos

Conceitos em Cirurgia Vascular

 

Minicurso de Atendimento ao Trauma por Abuso Sexual

 

Minicurso de Farmacologia da Cirurgia Vascular

 

Minicurso sobre Luto

LICIVASC 2020. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Italo Constâncio - Algum problema no site?

beta