------------------ Análise comparativa entre os tratamentos endovascular e convencional de aneurisma de aorta abdominal - Revisão de Literatura

Revisão de Literatura

Ver autores ⯆

OBJETIVO: Revisão narrativa da literatura científica comparando os resultados do tratamento endovascular (TE) e convencional (TC) para aneurisma de aorta abdominal (AAA). MÉTODOS: Pesquisa bibliográfica de artigos indexados nas bases de dados SciELO e PubMed dos últimos 5 anos com os descritores “aortic aneurysm”, “therapeutics” e “adverse effects”. Houve pré-seleção de 25 trabalhos pela análise de títulos e 18 pela seleção de resumos, dos quais 11 foram habilitados quanto aos critérios de inclusão por atenderem o objeto de estudo na íntegra. RESULTADOS: O TE, por ser minimamente invasivo, se beneficia de redução da necessidade de transfusões, do tempo de procedimento e hospitalização, e de complicações cardíacas e pulmonares comparado à TC em condições eletivas. Assim, oferece oportunidades de tratamento para idosos e pacientes de médio-alto risco com complicações sérias e/ou intoleráveis à TC, como indivíduos com disfunção renal pré-operatória. Em pacientes de risco baixo a intermediário, os tratamentos não apresentam diferenças em termos de sobrevida e complicações maiores ou menores. Estudos apontam que o TE apresentou taxas superiores de reintervenção endovascular a médio e longo prazo e predominância de complicações relacionadas a vazamentos. No que tange à sobrevida, a TE apresenta vantagens em termos de mortalidade precoce (até 30 dias), porém a literatura não aponta dados sólidos de diferenças a médio e longo prazo ou entre ambas as terapias para tratamento de ruptura de AAA. CONCLUSÃO: O TE apresenta benefícios perioperatórios em comparação a métodos de reparo aberto, porém detém maiores índices de reintervenção. Mais estudos de seguimento a longo prazo são necessários, visto que a durabilidade e a superioridade na sobrevida e no custo-benefício são inconclusivos. Ademais, dada a heterogeneidade do perfil clínico e anatômico de candidatos ao tratamento pelos dois métodos, é problemática a randomização para análise comparativa entre as duas técnicas.

bok.jpg

Cursos

Conceitos em Cirurgia Vascular

 

Minicurso de Atendimento ao Trauma por Abuso Sexual

 

Minicurso de Farmacologia da Cirurgia Vascular

 

Minicurso sobre Luto

LICIVASC 2020. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Italo Constâncio - Algum problema no site?

beta